Evento foi realizado em Taubaté, região do Vale do Paraíba (SP).

A segunda edição do Prosports Volleyball Camp foi um sucesso. O evento, que começou nesta segunda (01) e terminou nesta sexta-feira (05), foi realizado no Clube Abaeté, em Taubaté (SP) e reuniu mais de 100 participantes, entre atletas amadores, profissionais e técnicos de ponta.

O acampamento seguiu a linha de camps norte-americanos em modalidades como basquete, futebol americano e natação e levou o conhecimento da modalidade aos amantes, praticantes e técnicos de voleibol.

Nos cinco dias de Pro Sports Volleyball Camp, os participantes tiveram imersão em fundamentos da modalidade, periodização de treinos, utilização de equipamentos profissionais do FUNVIC Taubaté, atual campeão da Superliga 18/19, e convívio com os jogadores de alto nível.

“Uma felicidade imensa encerrar mais um Camp da Pro Sports. Muito melhor que o primeiro. Uma participação massiva de atletas. Um fechamento incrível. Equipes de base do feminino do Taubaté treinando conosco. Quero agradecer nesse momento nossos parceiros. A prefeitura de Taubaté por fornecer a quadra. Sempre digo que ficamos uma semana com uma quadra de um dos principais times do Brasil. Um lugar que já recebeu final de Superliga. É uma satisfação isso. Agradeço também a Federação Mineira de Voleibol e a On Board Sports, que esteve a semana inteira aqui registrando tudo sobre o Camp”, disse Alessandro Lima, organizador e diretor da Pro Sports.

Realizada na pré-temporada da modalidade, o Pro Sports Volleyball Camp contou com a presença de Yoandy Leal, atacante da seleção brasileira masculina, que entre fotos e autógrafos participou dos treinamentos.

”Fiz questão de vir direto de Brasília para participar do Prosports Volleyball Camp pela importância do trabalho. Os atletas, sejam amadores, da base ou profissionais, precisam começar suas temporadas da melhor maneira. Esse intercâmbio com os atletas e treinadores é muito bom”, disse Yoandy Leal.

Além dele, atletas de ponta como Tiffany Abreu, Yoana Palácio, Athos Costa, Wennder Carlos, Dhionathan Silva, Liv Fortes, Guilherme Emina, Isbel Mesa, Carlos Kulaska, e Eduardo “Composto”, e o ex atleta Joel dos Santos, marcaram presença.

Joel dos Santos, ex-atleta e medalhista Pan-americano (1999), participou pela segunda vez do Camp e comentou sobre a evolução do evento: “O número de participantes e dos treinadores aumentou. Ano passado fizemos em um momento de crise com a greve dos caminhoneiros. Esse ano já saiu mais como esperávamos. Participação de técnicos que vão disputar a Superliga, de técnico vencedores. No Brasil não há Camp de Vôlei com essa qualidade de atletas e técnicos. Temos sempre que agradecer a cidade de Taubaté por nos fornecer uma das melhores quadras e infraestruturas de vôlei do Brasil. O segundo foi melhor que o primeiro e os próximos com certeza serão maiores e com mais novidades”, disse.

Capacitação de treinadores 

O segundo Pro Sports Volleyball Camp ofereceu também a Capacitação de Treinadores, no mesmo local. A atividade foi dedicada a técnicos, professores e estudantes de educação física de todo Brasil, que puderam aprender e renovar seus conhecimentos com os melhores profissionais da área.

Walner Santos, técnico do Botafogo Vôlei, que disputará a Superliga A na edição 19/20, comenta a experiência na Capacitação de técnicos: “Foi uma experiência maravilhosa. Uma troca excepcional. Profissionais que passaram muita coisa sobre a vivência na Superliga A. São vários os profissionais que nos ajudaram a crescer nessa semana. Eu vou levar essa relação pessoal e o profissionalismo que eles demonstraram. Com certeza irei levar isso para Superliga B”, disse.

Os dias de palestras e treinamentos práticos foram comandados pelo técnico Cézar Douglas, e teve a participação de técnicos renomados. Marcaram presença: o campeão olímpico Anderson Rodrigues,  Sérgio Negrão, Spencer Lee, Luizomar de Moura,  Rubinho e o preparador físico Rafael Rocamora.

“Primeiro quero dar os parabéns a Pro Sports pela iniciativa. Vanguarda no Voleibol. Essa garotada ficar perto dos jogadores e treinadores que eles olham na televisão mexe com o sonho deles. Agradeço pelo convite. Saio daqui na mesma energia em que dei o que sei de vôlei. Nós temos uma situação parecida. Em Osasco levo o pessoal para conhecer um pouco do projeto. Mas o nosso país diferente de outros, não tem essa cultura de trocar ensinamentos. Essa iniciativa da Pro Sports espero que faça com que mais técnicos venham e ajudem essas crianças a conquistarem seu sonho ou também ajudarem na formação delas dentro da sociedade”, disse Luizomar de Moura.

“Para nós que trabalhamos com Voleibol de alto rendimento, quando você vem dar um curso, você também aprende muito, trocando informações entre todos. Absorvo sempre conhecimento. Espero participar das próximas edições. Esse ano achei legal que esse ano triplicamos o número de inscritos. É importante chegar com uma energia legal no lugar e ser energia para todos. Assim como energia negativa é contagiante, a positiva também é. Você chega aqui e percebe tantos sorrisos nos rostos dos participantes. O Camp e a cidade de Taubaté resgatam e trazem essa felicidade para todo mundo”, contou Speencer.

O campeão olímpico, Anderson Rodrigues, ressaltou a importância dessa experiência para os participantes. “O Camp serviu como aprendizado para todos nós, principalmente para os participantes. Talvez alguns nem sejam filiados com nenhuma clube, mas querem estar treinando e saber um pouco da rotina. Muito bom eles verem o quanto é complicado. Muitos hoje acham que ser jogador de vôlei é lazer. Eles entenderem a mecânica de jogo, como se preparar para uma partida, qual cuidados deve ter para buscar uma carreira vitoriosa. Eles devem aproveitar ao máximo essa experiência. Eles devem e querem tirar todas as dúvidas para aprenderem mais sobre esse esporte apaixonante”, disse o agora técnico do time do Sesi Vôlei Bauru.

Sérgio Negrão também esteve presente no Camp e contou sua experiência: “Não tem nenhum Camp igual da Pro Sports que une a parte teórica junto com a prática. Além disso, a presença de atletas do mais alto calibre. Isso é um diferencial no que se refere a transmissão de conhecimento. Os inscritos vem aqui atrás de alto nível. Não é iniciação. Nosso desafio é fornecer a esses garotas e garotas alguns dias de atleta e como funciona a rotina corrida. O legal é que a criança vai fazer o mesmo exercício que o atleta está fazendo. Não tem diferença. Essa experiência é muito rica e não da para mensurar quanto vale”, comentou Sérgio.

Veja aqui como foi a passagem de Leal pelo evento.

Mais informações sobre o Pro Sports Volleyball Camp no site www.prosportsvolleyballcamp.com.

 ————

Entre em contato com a equipe On Board Sports:

🏊‍♀️ Katarine Monteiro
📧 katarine@onboardsports.net | redacao@onboardsports.net
📱+55 11 99217-6474
🔛 www.onboardsports.net

Pro Sports © 2019. Todos direitos reservados.